Adolescentes – Lição 11: A Perseverança do Atleta – Dinâmica

0
Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
– Cumprimentem os alunos.
– Perguntem como passaram a semana.
– Escutem atentamente o que eles falam.
– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou e-mail.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associada a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
– Falem: A lição de hoje tem como título “A Perseverança do Atleta”.
– Agora, trabalhem os pontos levantados na lição, sempre de forma participativa.
– Para finalizar a aula, utilizem a dinâmica “Flecha na mão do valente”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Flecha na mão do valente

Objetivo: Refletir sobre as armas que usamos quando estamos em batalha e como agimos diante das lutas.

Material:
01 arco
Flechas confeccionadas com palito de churrasco e a ponta de cartolina
01 alvo
01 saco para representar uma aljava
Se preferir, vocês podem adquirir um brinquedo “Indio Apache” que contem um arco e 03 flechas, custa entre 5,00 a 10,00 reais. Dimensões do produto: 51 cm de altura e 20 com de comprimento.
Procedimento:
– Façam uma leitura compartilhada do texto bíblico que se encontra em I Sm 13. 14 ao 19.
– Falem: O profeta Eliseu pediu ao rei para que pegasse um arco e flechas(apresentem o arco e as flechas) e falou para que ele atirasse a flechas para a terra, simbolizando a vitória sobre os inimigos.
– Vejamos, agora, o que pode representar estes elementos:
O arco e a flecha: recursos para atingir o alvo
Alvo: meta, o problema, o desafio(coloquem a figura do alvo no quadro)
Visão: permite ver o alvo e mirrar
Ação para atirar a flecha: esforço para atingir o alvo
– O que você, como atleta da equipe de Cristo, tem suas mãos como instrumento de batalha e como tem se portado na luta? Ou o que você possui
O Rei Jeoás tinha em suas mãos um arco e flecha, Davi tinha uma funda, Moisés e Jacó tinham cajado, Sansão tinha a queixada de um jumento.
– Comparando um arco e flecha com as poderosas armas atuais, percebe-se que são simples e frágeis, mas pode se tornar poderosa se for “a flecha do livramento do Senhor”(I Sm 13.17),  que deve ser usada com perseverança e confiança em Deus.
– Falem: Há momentos diante da dificuldade que temos que esperar – é o tempo de ficar na aljava, conforme lemos:
“… fez-me como uma flecha polida e me guardou na sua aljava…” Is 49. 3
Agora, coloquem as flechas dentro da aljava(o saco).
Isto nos remete a ficar esperando o tempo de sermos lançados ou lançar a flecha. Nesta situação, ficamos com pouca visão, pois o espaço da aljava é pequeno e escuro, mas na confiança da ação de Deus.
– Falem: Lembrem-se que o profeta Eliseu colocou suas mãos sobre as mãos de Jeoás, quando pegou o arco e flecha, isto nos assegura que não estamos sozinhos(I Sm 13.16) diante das dificuldades, temos o cuidado de Deus e  também aqueles que nos ajudam em oração.
Nesse momento, façam uma representação desta cena – chamem dois alunos para isto, usando os materiais necessários.
– Falem: O rei usou apenas 03 flechas, quando poderia ter utilizado 5 ou 6. Isto nos remete a falta de ação perseverante e discernimento. Mas lembremo-nos que devemos manter a fé, a perseverança quando estamos em batalha.


Por Sulamita Macedo.

Deixe uma resposta! Seu comentário é relevante!