Discipulado 1 – Novos Convertidos Lição 07: O Discípulo e a Obediência (Dinâmica)

0
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
– Cumprimentem os alunos.
– Perguntem como passaram a semana.
– Escutem atentamente o que eles falam.
– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 –  Agora iniciem o estudo da lição. Vejam as sugestões abaixo:
Falem do tema da aula: O Discípulo e a Obediência.
– Iniciem o estudo do tema através da dinâmica “Faça o que o Mestre mandar”, que proporcionará a formulação do conceito de obediência, a reflexão sobre a quem se obedece e as normas.
– Trabalhem os itens da lição, buscando a participação dos alunos.
– Para finalizar, leiam o texto “Uma Longa Obediência”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Faça o que o Mestre mandar

Objetivo: Refletir sobre a obediência a Cristo e a Sua Palavra.

Material: uma venda.

Procedimento:
– Escolham uma pessoa da classe ou outra que se apresente voluntariamente para fazer o papel de um cego, para isto coloque uma venda sobre seus olhos.
– Comecem a dar comandos para ele executar, como por exemplo: Siga em frente! Dobre à direita! Dobre à esquerda! Dê 03 passos para frente! Dê 02 passos para trás! etc.
Com estes e outros comandos, vocês podem de forma deliberada induzir o aluno ao erro e/ou ao acerto. Dessa forma, vocês poderão analisar sobre os verdadeiros e falsos ensinos, enfatizando a importância de conhecermos o Mestre e Sua Palavra.
– Retirem a venda do aluno e façam as seguintes perguntas:
Como você se sentiu sendo guiado?
O guia transmitiu confiança?
– Reflitam sobre as respostas do aluno “cego”, enfatizando a importância da segurança, confiança que devemos ter com os verdadeiros ensinos
– Pode acontecer que o aluno “cego” não execute alguns comandos que vocês falaram, porque pode confundir direita com esquerda e/ou não prestar atenção ao que está sendo orientado. Esta atitude proporcionará a vocês a oportunidade de falar que as ovelhas precisam obedecer a Cristo e estar atentas se a voz representa comandos verdadeiros ou falsos, tendo como padrão a Palavra de Deus.
– Finalizem, lendo: João 10.1 a 5.
Ideia Original desconhecida.
Esta versão da dinâmica por Sulamita Macedo.

Texto de Reflexão: Uma Longa Obediência
            Cada ano em janeiro, o número de membros das academias de ginástica aumentam dramaticamente e as salas de exercício ficam cheias com o que algumas pessoas chamam de “A multidão resoluta do Ano Novo”. Os alunos assíduos sabem que em Março muitos dos iniciantes não voltarão. Um dos diretores de certo clube disse: “Eles não vêem resultados imediatos como imaginaram. As pessoas não compreendem que é necessário muito exercício e perseverança para ficar em forma.
          É um fenômeno que nós experimentamos também no mundo espiritual. O autor Eugene Peterson observa que numa cultura que gosta de velocidade e eficiência, “não é difícil… fazer com que uma pessoa se interesse pela mensagem do Evangelho; mas é terrivelmente difícil manter o interesse”. Para seguir a Cristo fielmente, Peterson diz que isto requer “uma longa obediência na mesma direção”.


             Paulo incentivou os Filipenses a adotar a mesma maneira de pensar de Cristo, cuja obediência ao Pai foi sincera e completa (2.8). Ele encorajou-os a permanecerem obedientes ao Senhor e a colocar “em ação a salvação de vocês com temor e tremor” (2.12).
         Como crentes novos, podemos ter boas intenções, quando damos os nossos primeiros passos de fé. Então, à medida que crescemos em Cristo, o poder de Deus nos capacita a seguir caminhando alegremente com Ele, ao longo do enorme caminho da obediência. David McCasland – Nosso Pão Diário(27.02.2003).

Fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/

Deixe uma resposta! Seu comentário é relevante!