Discipulado 1 – Novos Convertidos Lição 09: O Discípulo e o Espírito Santo (Dinâmica)

0
Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
– Cumprimentem os alunos.
– Perguntem como passaram a semana.
– Escutem atentamente o que eles falam.
– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou e-mail.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 –  Agora iniciem o estudo da lição. Vejam as sugestões abaixo:
– Falem do tema da lição: O Discípulo e o Espírito Santo.
– Iniciem o estudo da lição, colocando no quadro os nomes: Onipotência, Onisciência e Onipresença. Trabalhem sobre a natureza do Espírito Santo(Item I).
– Depois trabalhem o item II, utilizando a dinâmica “Que Símbolo Lembra Você?”
– Quanto ao item III, procurem contextualizar este assunto com a obra realizada pelo Espírito Santo na vida dos alunos, desde que aceitaram a Cristo.
– Para concluir a aula, leiam o texto “Companheiro e Guia”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Que símbolo lembra você?

Objetivos:
Oportunizar estudo sobre os símbolos do Espírito Santo.
Escolher símbolo para representação de si mesmo.

Material:
½ folha de papel ofício.

Procedimento:
– Entreguem a metade da folha de papel ofício para cada aluno.
– Solicitem aos alunos que pensem em um símbolo para representá-los, como por exemplo: um objeto ou animal.
– Lembrem aos alunos que os símbolos normalmente referem-se à função ou atuação de algo ou alguém. Apresentem alguns exemplos:
Leão: tem muita garra para lutar, vencer.
Girafa: tem uma visão mais ampla de uma situação.
Formiga: trabalha muito ou muito atuante.
Águia: pensa para agir, tem estratégias e planejamentos
Palha de aço(BomBril): mil e uma utilidades.
Liga: promove união.
Borracha: apaga mágoas, não guarda rancor.
Nó cego: pessoa de difícil convivência.
– Solicitem que os alunos façam um desenho do objeto ou animal escolhido e escrevam o porquê desta escolha.
– Peçam para que os alunos socializem com os colegas os símbolos escolhidos.
– Falem também que os símbolos do Espírito Santo são uma representação, mas que na verdade Ele é Deus, a Terceira Pessoa da Trindade. Então apresentem os símbolos do Espírito Santo.
Por Sulamita Macedo.

Texto de Reflexão: Companheiro e Guia
                Lisa Marino tem um treinador particular para manter a boa forma, o qual lhe dá conselhos diários e encorajamento. Mas ela nunca o vê. Como participante de um programa chamado “Prática da Vida”, Lisa começa cada dia enviando um relatório de sua dieta, exercícios, sono e estresse para uma página da Internet. Mais tarde, ela recebe uma resposta por email, de seu treinador. Ela diz que o registro diário ajuda-a a permanecer correta e focalizar-se em seus objetivos.
                Como cristãos, conhecemos a experiência maravilhosa de ter o Espírito Santo como nosso companheiro e guia – mesmo que não possamos vê-LO.
                Jesus prometeu aos Seus discípulos de que quando Ele deixasse a terra, iria enviar alguém que estivesse entre eles. “Se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei”(João 16.7).
                A palavra traduzida por “Auxiliador” ou “Consolador” significa: “chamado para estar ao seu lado ou lhe ajudar”. O erudito da Bíblia W.E. Vine, diz que isto significa alguém que pode ser para nós o que Cristo foi para os Seus discípulos.


                Por meio dos Seus olhos invisíveis, o Espírito Santo está conosco todos os dias, assim como Jesus caminhou com os Seus discípulos na terra. Ele nos mantêm honestos, focalizados e encorajados, de forma que nós também podemos glorificar a Cristo. David Mc Casteland Fonte:Nosso Pão Diário 

Fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/

Deixe uma resposta! Seu comentário é relevante!