Jovens e Adultos: Lição 11: A Ilusória Prosperidade dos Ímpios – Dinâmica

0
Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
– Cumprimentem os alunos.
– Perguntem como passaram a semana.
– Escutem atentamente o que eles falam.
– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.


2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou e-mail.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associada a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 – Agora, iniciem o estudo da lição.
 – Falem: A lição de hoje tem como título A Ilusória Prosperidade dos Ímpios”.
– Iniciem o estudo do tema, utilizando a dinâmica “A Chave da  Prosperidade”.
 – Agora, trabalhem os pontos levantados na lição, sempre de forma participativa e contextualizada.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Vejam no final da postagem uma sugestão de atividade para o encerramento do trimestre!

Dinâmica: A Chave da Prosperidade
Objetivo: Refletir sobre a prosperidade terrena e enfatizar a importância da prosperidade com Deus.

Material:
Palavras digitadas: Paradoxo, Justo e Ímpio, Inquietude e Crise na Fé
Quadro
Marcador para quadro branco
Rolo de fita adesiva
Figuras dos sinais matemáticos de diferença e igualdade
Envelopes amarelos
03 envelopes azuis
01 chave confeccionada em cartolina ou EVA em tamanho grande

01 caixa dourada ou 01 baú pequeno

Procedimento:
– Entreguem para os alunos os envelopes azuis e amarelos e peçam para que abram somente quando vocês pedirem.
– Após a apresentação do título da lição, façam uma leitura do Salmo 73, dos versículos 1 a 16, de forma compartilhada.
Para tanto, peçam para os alunos abrirem a Bíblia, para que a leitura seja realizada.
Para cada versículo ou bloco de versículos, façam uma breve reflexão sobre a inquietude de Asafe diante da prosperidade os ímpios, a crise na fé que foi gerada pela constatação entre o paradoxo entre a vida do justo e do ímpio sob o ponto de vista terreno.
À medida que vocês falarem coloquem no quadro as seguintes palavras: Paradoxo, Justo e Ímpio, Inquietude e Crise na Fé.
– Perguntem: Quais as diferenças, entre o justo e o ímpio, apresentadas por Asafe, nos versículos lidos?
Coloquem no quadro o sinal de diferença usado em Matemática e peçam para os alunos que estão com os envelopes amarelos abram e leiam  as diferenças(elas abrangem o aspecto material).
– Escrevam no quadro ou cartolina a expressão: Ilusória Prosperidade dos Ímpios.
– Peçam para que os alunos que estão com os envelopes azuis abram e leiam as perguntas:
Quem são os ímpios?
Em que consiste a prosperidade dos ímpios?
Por que a prosperidade dos ímpios é ilusória?
Reflitam sobre as respostas e acrescentem outras informações se necessário.
– Falem: Vejamos agora mais uma diferença entre o justo e o ímpio ainda no salmo 73.17 ao 20.
Coloquem outro sinal de diferente(matemática) e escrevem:
A diferença está na vida espiritual e como será o fim do justo e do ímpio.
Falem: Asafe mudou o foco de sua atenção que antes estava centrada na prosperidade da vida do ímpio e depois passou para outro aspecto, o espiritual, quando ele entrou no santuário de Deus, passando a perceber a real diferença entre o ímpio e o justo.
– Salomão, em Ec 9.2, afirma que o que sucede ao justo também acontece ao ímpio, referindo-se a morte.
Coloquem no quadro sinal de igualdade e escrevam: o que é comum é a morte física.
Escrevam abaixo do sinal de diferente: A diferença principal é o destino na eternidade. Ml 3.19 e 4. 1 a 3.
E é aí que reside a verdadeira Prosperidade!
– Apresentem uma chave confeccionada de cartolina em tamanho grande e peçam para um aluno segurá-la na frente da sala.
Falem: Qual a chave da verdadeira prosperidade?
A verdadeira prosperidade não consiste em bens terrenos, mas em tesouros eternos, espirituais, e numa vida abundante que consiste no equilíbrio entre o aspecto material e o espiritual, crendo na providência divina.
Enfatizem que é necessário o cuidado quanto importância elevada dada a um em detrimento do outro. Mas, que deve haver equilíbrio, pois Deus não condena a riqueza, mas o amor ao dinheiro (I Tm 6.10).
– Em seguida, apresentem uma caixa dourada ou um baú pequeno com o nome “Caixa do Tesouro”. Peçam para um aluno abrir. Ele vai encontrar um papel com os versículos abaixo, que deverá ler:
“Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração”. Mateus 6:19-21


– Para finalizar, perguntem: Onde está seu coração, nos tesouros da terra e/ou nos tesouros do céu?
Por Sulamita Macedo.

Sugestão para o Encerramento do 4º. Trimestre – 2013
Lição de Jovens e Adultos
Sugiro uma Gincana, mas caso não haja condições de realizá-la, vocês podem fazer adaptações e executar algumas atividades desta gincana
A gincana pode ser realizada:
 – Entre todas as classes da lição de jovens e adultos
– Com um segmento, por exemplo jovens, dividido em 02  grupos
– Com uma classe, dividindo a turma em 02 grupos
– Com uma comissão julgadora ou observadora que contabilizará os pontos e supervisionará a execução das tarefas.
Tarefas
1 – Apresentar figuras
Apresentar figuras que representem cada lição, explicando a relação entre elas e os temas das lições.
Esta tarefa deve ser divulgada com antecedência(no domingo anterior a gincana)
Pontuação: Cada figura tem valor de 01 ponto, a explicação correta mais um ponto.
Cada grupo terá a pontuação de acordo com a quantidade de figuras e a explicação correta.
2 – Encenar
Cada grupo deverá fazer encenação de forma rápida das seguintes passagens de Provérbios:
Provérbios 22.13
Provérbios 6. 1 a 5
Esta tarefa deve ser divulgada com antecedência(no domingo anterior a gincana)
Pontuação: A melhor encenação tem valor de 05 pontos, a outra terá 03 pontos.
3 – Explicar
Cada grupo deverá explicar  Ec 11.1.
Pontuação: A melhor explicação valerá 02 pontos
4 – Citar corretamente:
01 versículo de Provérbios
01 versículo de Eclesiastes
Pontuação: Pela citação correta dos dois versículos, o grupo ganhará 03 pontos. Se apenas citar 01 versículo, o grupo ganhará 01 ponto.
5 – Responder
As perguntas serão sorteadas, duas para cada grupo. As perguntas deverão estar num saco e um elemento de cada grupo retirar a pergunta uma de cada vez, alternando com o outro grupo. O mediador deverá ler a pergunta.
Quem escreveu Provérbios e Eclesiastes?
O que significa as palavras que estão na frente dos 22 versículos de Pv 31?
O que diferencia o livro de Provérbios do livro de Eclesiastes?
Quantos provérbios escreveu Salomão?
Pontuação: Para cada resposta correta, o grupo ganha 02 pontos.
6 – Perguntas de um grupo para outro grupo
O grupo 01 faz uma pergunta para o grupo 02.
O grupo 02 faz uma pergunta para o grupo 01.
Pontuação: Esta tarefa valerá 04 pontos: 02 pontos pela pergunta elaborada de forma correta e 02 pontos pela resposta correta dada para a pergunta da outra equipe.
7 – Quem procura acha
Cada grupo deverá procurar nas bolsas, carteiras ou peças do vestuário, objetos que lembrem algum ensinamento de Provérbios e Eclesiastes.
Pontuação: Cada objeto tem o valor de 01 ponto. Ganhará a equipe que apresentar o maior número de objetos, isto é, a quantidade de pontos está relacionada ao número de objetos.
8 – Desenhar e explicar
Desenhar uma situação descrita em Provérbios
Desenhar uma situação descrita em Eclesiastes
Material necessário:
 01 folha de cartolina, 01 lápis grafite e lápis colorido para cada grupo.
Pontuação: Ganha 03 pontos o grupo que melhor desenhar e explicar o desenho a respeito da situação descrita nos dois livros.
9 – Formar versículo
Cada grupo deverá receber um conjunto de palavras misturadas que formam uma frase de cada livro: Provérbios e Eclesiastes. Depois eles devem montar os dois versículos.
Pontuação: Ganhará 02 pontos, o grupo que montar mais rápido e de forma correta os dois versículos. Ganhará 01 ponto aquele grupo que montar apenas um versículo.
10 – Qualidades da Mulher virtuosa
Cada grupo deverá escrever as qualidades da mulher virtuosa, sem consultar a Bíblia, nos papéis coloridos e colar na figura de uma mulher.
Material necessário:
02 contornos de uma figura de mulher
Papéis coloridos em tiras
02 Pincéis atômicos
02 tubos de cola
Pontuação: Ganha 02 pontos, o grupo que colocar na figura mais qualidades da mulher virtuosa, dentro de um tempo estipulado por vocês.


Por Sulamita Macedo.

Fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/

Deixe uma resposta! Seu comentário é relevante!