EBD Em Foco

Lição 05: O Sumo-sacerdote e os sacerdotes (Dinâmica)

juvenisJuvenis – Currículo do Ano 2: Eu, um líder

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
– Cumprimentem os alunos.
– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
– Perguntem como passaram a semana.
– Escutem atentamente o que eles falam.
– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, trabalhem o conteúdo da lição. Vejam as sugestões abaixo:
– Escrevam no quadro o tema da aula: O Sumo-sacerdote e os sacerdotes.
– Para introduzir o estudo da lição, utilizem a dinâmica “Sacerdote”.
– Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição. Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Sacerdote
Objetivo: Refletir sobre as atitudes dos sacerdotes.

Material:
Um pedaço de tecido para cobrir os olhos, para a metade da turma.
Procedimento:
– Organizar os alunos em duplas. Um vai representar o “sacerdote” e o outro será um seguidor.
– Peçam para que os seguidores, coloquem uma faixa cobrindo os olhos.
– Orientem os sacerdotes para que deem comandos para os seguidores executarem, como por exemplo: Siga em frente! Dobre à direita! Dobre à esquerda! Dê 03 passos para frente! Dê 02 passos para trás! etc.
Com estes e outros comandos, os “sacerdotes” podem de forma deliberada induzir o aluno ao erro e/ou ao acerto. Dessa forma, vocês poderão analisar sobre os verdadeiros e falsos ensinos, enfatizando a importância de conhecermos a Palavra de Deus.
– Depois, façam a troca de papéis, isto é, o “sacerdote” passará a ser o seguidor e deverá ser repetidos comandos.
– Retirem a venda do aluno e façam as seguintes perguntas:
Como você se sentiu sendo guiado pelo “sacerdote”?
O “sacerdote” transmitiu confiança?
– Reflitam sobre as respostas dos seguidores, enfatizando a importância da segurança, confiança que devemos ter com os verdadeiros ensinos dos sacerdotes.
– Pode acontecer que os seguidores não executem alguns comandos que os sacerdotes falaram, porque pode confundir direita com esquerda e/ou não prestar atenção ao que está sendo orientado.
Esta atitude proporcionará a vocês a oportunidade de falar que os seguidores precisam estar atentos se a voz do sacerdote representa comandos verdadeiros ou falsos, tendo como padrão a Palavra de Deus.
– Finalizem, lendo: João 10.1 a 5:
“Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador.
Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas.
A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora.
E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz.
Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos”.
Ideia Original desconhecida.
Esta versão da dinâmica por Sulamita Macedo.

Fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/

Deixe uma resposta! Seu comentário é relevante!

%d blogueiros gostam disto: