EBD Em Foco

Parece ser fácil mas não é!

Que a Graça e a Paz do Senhor esteja sobre nós.

Estamos iniciando um novo trimestre que aparentemente é menos desafiador do que o que acabamos de encerrar, mas será que tais lições são tão simples de se viver?

Longe de mim ser demagogo, pois falar é fácil. Mas como dizer àqueles que estão vivendo circunstâncias tão adversas, que mesmo diante de todas as lutas é necessário confiar? Bom… Gosto muito, nesse momento, de me lembrar do texto de Hebreus 12.1-3. Se você está pensando em desistir, jogar tudo para o alto, não faça isso sem antes meditar nessa perícope bíblica.

O verso 1 desse texto diz:

“Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta,”

Costumo dizer que em determinados momentos da nossa vida, Deus nos coloca diante de situações em que teremos que decidir se realmente cremos Nele como um Deus vivo ou não, pois só nos restará esperar o seu agir colocando nossa fé em ação.

É nesse momento, que as pessoas estarão ao nosso redor esperando a nossa reação, principalmente aqueles que ainda não crêem no Deus que servimos.  É nesse instante, “rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas”, que devemos nos portar como José. O regente do Egito, quando se fez a conhecer aos seus irmãos, colocou todos para fora(Gn. 45). Apesar de seu choro ser ouvido da casa de Faraó, foi em um ambiente de intimidade, de quem compartilhava a mesma fé e criam no mesmo Deus que os seus olhos se derramaram.

Há um hino bem antigo que diz… “Chora aos pés de Jesus, Porque ele enxuga teus olhos também… Confia somente, espera, No amanhecer tua vitória vem… Chora aos pés de Jesus, Derrama em prantos o teu coração
E quando o Senhor responder…Saberás que o crente não chora em vão.

Se derrame perante quem pode resolver o seu problema, não à quem será o propagador de sua provação.

O verso 2 diz:

Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus.”

Alvo…Qual tem sido o nosso alvo? Olhar para Jesus é ter a certeza de que Ele conhece as nossas necessidades. Ninguém em meio a aflição olha para aquilo que não lhe traz esperança. Por isso o salmista diz no hino 121 que “eleva seus olhos para ver de onde vem o socorro.” Então meu amado irmão, se a provação bateu a sua porta, é hora de olhar para Jesus.

Em Mateus 14.22-34 temos um belo exemplo de como os olhos fitados no socorro faz toda a diferença. Enquanto Pedro olhava para Jesus, os seus pés estavam firmes sobre as águas. Mas o verso 30, nos diz que ele “sentindo o vento forte, teve medo” e assim ele começou a ir ao fundo.

Não deixe de olhar para Jesus. Não importa o quanto as circunstâncias ao seu redor, com um alto volume das incertezas, possa lhe causar temor, a maneira de caminhar por cima das águas é sempre olhar par Jesus.

Verso 3:

Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos.”

Consideração é a palavra chave para permanecer fiel ao Senhor em meio às crises. Consideração remete a lembrança, a lembrar tudo o que o Senhor Jesus suportou por cada um de nós na cruz.

O interessante é que praticamos a consideração com tantas pessoas, amigos, familiares, e não a praticamos no nosso relacionamento com Deus. Esquecemos de uma frase marcante da Bíblia que está em 1Sm 7.12b “Ebenézer; e disse: Até aqui nos ajudou o SENHOR.” Meu amado irmão, se Deus te sustentou até aqui, o que lhe faz pensar que daqui para frente Ele agirá diferente. O nosso Deus é o mesmo ontem, hoje e eternamente.

Ele suportou tanto por nós, porque não podemos suportar períodos de dificuldade em nossa caminhada. Até porque muitas das vezes não conseguimos compreender os seus propósitos e por isso temos que considerar que Ele é Deus poderoso e sabe o que é melhor para a nossa vida.

Que possamos ter um trimestre abençoado por Deus. Que essas lições que nos desafiam a exercitar a nossa fé na provisão de Deus, venha nos gerar fé para continuarmos, vigiando, olhando para o alvo e considerando tudo o que o nosso Deus já fez por nós.

Antes de desistir, cante o hino 564 da Harpa Cristã, e como diz a última frase de seu refrão, se surpreenda no quanto Deus já fez!

Graças te damos por tudo Deus… Amém!!!

Comentários
Loading...
%d blogueiros gostam disto: