Pré-adolescentes – Lição 04: Sob Controle (DINÂMICA)

0
Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
– Cumprimentem os alunos.
– Perguntem como passaram a semana.
– Escutem atentamente o que eles falam.
– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou e-mail.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associada a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
– Falem: A lição de hoje tem como tema o controle diante da impulsividade.
– Depois, utilizem a dinâmica “O Controle”.
– Em seguida, trabalhem os pontos levantados na lição. Procurem buscar a participação dos alunos durante a aula.
– Leiam o texto “O Garoto, o Martelo e os Pregos”.

 Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: O Controle
Objetivo: Refletir sobre o controle diante da impulsividade.

Material:
01 controle de TV ou de outro objeto

Procedimento:
– Organizem os alunos em círculo.
– Apresentem o controle de TV e falem: Este objeto com certeza é bem conhecido por vocês.
– Perguntem, ainda com o controle na mão: Para que ele serve?
Aguardem as respostas, que certamente vão girar em torno de ligar e desligar o aparelho, procurar e mudar de canal, aumentar e diminuir o volume etc.
– Depois, falem: O controle nos auxilia a encontrar o que desejamos, basta tão somente pressionar uma de suas teclas, sendo portanto de fácil manuseio.
– Na lição de hoje, vamos estudar sobre um tipo de controle que não é representado por um objeto, mas ele está dentro de cada um de vocês e muitas vezes temos dificuldade em controlar.
– Mostrem uma caixa e falem que dentro dela há algo que precisamos revelar. A caixa contem com várias situações que devemos ter controle, tais como: o tempo, a fala, desejos, ideias, ações, hábitos etc.
Falem que a caixa vai passar de mão em mão; cada aluno vai retirar uma palavra, mostrar para a turma e falar de uma situação que aconteceu com ele ou com alguém. Vocês podem auxiliar os alunos caso eles não se lembrem no momento de algum caso.
– Depois, enfatizem que há necessidade de controle, disciplina, e que isto deve ser um exercício constante.
– Agora, trabalhem o conteúdo da lição.
Por Sulamita Macedo.

Texto de Reflexão: O Garoto, o Martelo e os Pregos
    Havia um garotinho que tinha um mau gênio. Seu pai lhe deu um saco cheio de pregos e lhe disse que cada vez que perdesse a paciência, deveria bater um prego na cerca dos fundos da casa.
                No primeiro dia, o garoto havia pregado 37 pregos na cerca. Porém, a cada dia, o número ia decrescendo. O menino descobriu que era mais fácil controlar seu gênio do que pregar pregos na cerca. Finalmente, chegou o dia em que o garoto não mais perdeu o controle sobre o seu gênio.
                Ele contou isso ao seu pai, que lhe sugeriu que tirasse um prego da cerca por dia, para dominar o seu gênio. Os dias foram passando, até que, finalmente, o garoto pôde contar a seu pai que não havia mais pregos a serem retirados. O pai pegou o garoto pela mão e o levou até a cerca, dizendo:
                – Você fez bem, garoto, mas dê uma olhada na cerca. Ela nunca mais será a mesma. Quando você diz coisas irado, elas deixam uma cicatriz como esta. Você pode esfaquear um homem e retirar a faca em seguida, e não importa quantas vezes você diga que sente muito, a ferida continuará ali.
                Uma ferida verbal e tão mal quando uma física. Tenha isso em mente antes de que se irar contra alguém.  


Autor desconhecido.

Deixe uma resposta! Seu comentário é relevante!