EBD Em Foco

RELIGIÃO VERDADEIRA E COSTUMES A LUZ DA BÍBLIA

0 22

(Atos 15.23-29)

Neste estudo queremos abordar a religião verdadeira e costumes realmente bíblicos que se tornam obrigatórios para o crente ser santo ao Senhor. Qual igreja que está no caminho certo? Que costumes são bíblicos?
Todas as coisas foram escritas para exemplo e advertência para nós, a história dos erros de Israel são exemplos (1 Co 10.5-12).
No concilio em Jerusalém decidiu-se o que os ingressantes deveriam fazer, conforme os anciões e o Espírito Santo, não se exige nada do crente  além do que é bíblico.
Doutrina: É instrução, é universal, imutável e divino. Quem fala a Palavra está doutrinando.
Costume: É humano, local e temporário. Existe costume bíblico uma vez, que costume significa forma de conduta ou convívio entre pessoas.
Tradição: É a transmissão de ensinos, práticas, crenças de uma cultura de uma geração a outra. Tradição não pode ser da mesma autoridade da Bíblia, pois ela é inferior as escrituras sagradas.
Doutrina gera bons costumes, mas bons costumes não geram doutrina.
O crente não é salvo pelas obras, mas porque é salvo pratica as boas obras (Ef 2.8-10; Tg 2.14 e 26)
Devemos andar na contramão do mundo, nos transformar pela renovação da nossa mente, experimentando a vontade de Deus. Não andamos pelas modas e ditames mundanos (Rm 12.1,2)
Religião Verdadeira
Segundo o Apostolo Tiago cap. 1.27 visitar os órfãos e as viúvas nas suas necessidades e guardar se in-contaminados do mundo essa é a religião verdadeira.
Costumes / comportamentos bíblicos
Palavra / Linguagem: Não pode ser uma linguagem obscena, indecente, vergonhosa, mas que seja para edificação (Ef 4.29; Tg 3.10; 1 Pe 3.15);
Pensamentos: Tudo que é puro ou virtuoso nisto pensai (Fp 4.8; Sl 101.3);
Mentira: É toda a sorte de engano ou falsidade, não existe meia verdade ou mentira santa, deixemos a mentira (Ef 4.25; Jo 8.44);
Escândalo: Se as minhas ações estão escandalizando ou fazendo o meu irmão pecar, não devo fazer (Rm 14.15-21; 1 Co 6.12; 8.13)
Roupas Femininas: Devem ser decentes, que não seja motivo de tropeço para ninguém, mas que glorifiquem ao Senhor (1 Tm 2.9);
Obediência: A obediência é devida a lideranças, pastores, autoridades e pais, isto é fazer a vontade de Deus (Hb 13.17; Rm 13.1,2; Ef 6.1; 1 Sm 15.23; Os 6.6)
Falar mal: Não falar mal (aquilo que denigre ou prejudica) uns dos outros e nem julgar (Tg 4.11,12; Rm 14.4,13)
Cabelos: A Bíblia orienta a mulher ter cabelo crescido e homem cabelo curto (1 Co 11.6,13-15);
Celibato (Solteiro): Não podendo se conter, ou seja, ficar solteiro sem pecar é melhor casar, nada de “ficar” ou namoro de testes (1 Co 7.9);
Fazer em nome de Jesus e com fé e para Glória dele: É inadmissível pecar em nome do Senhor ou fazer algo que não glorifique o nome de Deus, o crente deve ser santo (Col 3.17; 1 Co 10.31; Rm 14.23)
Tudo isto é uma síntese da conduta do crente neste mundo de pecado, façamos a diferença no Senhor, o que importa não é simplesmente o nosso bem estar, e sim estar bem com Deus, levando outros a Deus com coração puro.
Estudo elaborado pelo Diác. Robson Santos – Colina, Cariacica (ES).
Comentários
Loading...
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: