Dinâmica “Samuel! Samuel!”

Lição 03: A chamada Profética de Samuel

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

EBD Em Foco

– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).

Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:

– Apresentem o título da lição: A chamada Profética de Samuel.

– Para introduzir o estudo, apliquem a dinâmica “Porta-voz”, que possibilitará a compreensão sobre o significado da palavra “profeta” e sua função.

– Trabalhem o conteúdo da lição.

Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

– Para finalizar, utilizem a dinâmica “Samuel! Samuel!”

Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Porta-Voz

Objetivo:

Compreender e refletir sobre o significado da palavra “profeta” e sua função.

Material:

Mensagem escrita: cartão, versículo bíblico, um texto de reflexão etc.

Procedimento:

– Escolham uma pessoa da classe, entreguem para ela uma mensagem escrita com tema de sua escolha e peçam para que transmita a mensagem para uma pessoa da classe, previamente determinada por você. Quem receber a mensagem, deverá saber quem a enviou.

– Escolham outra pessoa da classe, repitam o mesmo procedimento, só que a mensagem deverá ser para todos da classe.

– Agora, falem: as pessoas escolhidas para transmitir as mensagens, podem ser comparadas aos profetas que são porta-vozes de Deus, devidamente autorizados para falar em nome dEle, proferindo mensagem para quem Ele quer.

– Para concluir, leiam:

“Havendo Deus, antigamente, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos, nestes últimos dias, pelo Filho”. Hb 1.1

“E estendeu o Senhor a mão, tocou-me na boca e disse-me o Senhor: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca”. Jr 1.9

– Agora, vamos estudar sobre a chamada profética de Samuel.

Por Sulamita Macedo.

Dinâmica: Samuel! Samuel!

Objetivo: Contextualizar o chamado de Samuel com a vida dos alunos.

Material:

Não é necessário

Procedimento:

– Após o relato da história de Samuel quando foi chamado por Deus, escolham um aluno da classe para representar o personagem Samuel.

– Orientem para que ele fique de costas para os colegas e um pouco longe deles.

Peçam para que um aluno chame: Samuel, Samuel! O aluno “Samuel” escuta e procura reconhecer de quem é a voz.

Este procedimento deve ocorrer com pelo menos uns 03 alunos chamando Samuel, depois vocês trocam o aluno “Samuel” também.

– Quando o aluno “Samuel” reconhecer a voz deve falar: Fala, fulano(nome do colega) que eu te escuto.

Se ele não reconhecer a voz, outro aluno deve chamá-lo.

– Depois, conversem com os alunos sobre:

 O que estão escutando?

Obedecem a estas vozes?

De quem são estas vozes, merecem ser atendidas e obedecidas?

De que forma estão atendendo seus pais quando eles lhes chamam?

– Falem: O menino Samuel quando foi chamado pela primeira vez por Deus pensou que fosse o sacerdote Eli e prontamente foi saber o que ele queria. Demonstrando obediência e que estava atento. Assim também, vocês devem se observar se podem ou não atender aos chamados, conforme o ensinamento bíblico.

Por Sulamita Macedo.

Fonte: ATITUDE DE APRENDIZ

Faça um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

×