Convenção Batista Nacional veta cantores e pregadores que cobram cachê e políticos

0

Convenção Batista Nacional veta cantores e pregadores que cobram cachê e políticos

A decisão agradou a maioria dos evangélicos que não concordam com pregadores e cantores que cobram cachês e com políticos oportunistas em seus púlpitos, mas também gerou polêmica.

A Convenção Batista Nacional – CBN explicou seu posicionamento de não participar do ´vergonhoso comércio´ da fé.

Conhecida pelo movimento de renovação espiritual, a Convenção Batista Nacional – CBN se identifica como uma convenção cujo espírito é o da fraternidade e da cooperação, desenvolvido por igrejas filiadas, a partir da convergência de doutrinas básicas, finalidades e organização; e declara que as igrejas filiadas professam as doutrinas esposadas historicamente pelos batistas, e se orientam pelos seus princípios.

No ano em que se comemora o seu jubileu, a CBN surpreendeu ao anunciar diretrizes aprovadas por ocasião da XXIX Assembleia Geral que aconteceu na cidade de Armação dos Búzios/RJ, no mês de julho deste ano, com amplo e irrestrito apoio dos presentes.

Essas diretrizes que vetam a contratação de cantores e pastores que cobram cachê, e a presença de políticos movimentaram as redes sociais. A maioria dos evangélicos apoia a decisão da convenção, mas outros defendem que os pregadores, conferencistas e cantores precisam receber cachês e ofertas, pois consideram trabalho destes como uma profissão.

O pastor Edmilson Vila Nova, presidente da CBN, explicou seu posicionamento, publicando em ‘comunicado oficial’ que a medida visa “preservar nossa Convenção do vergonhoso comércio que se instalou no mundo evangélico nos últimos anos”. Disse ainda que “A norma não é extensiva às igrejas, tendo em vista que a CBN não legisla sobre as mesmas. No entanto, serve como parâmetro para que as Igrejas Batistas Nacionais também a adotem”, pontuou o presidente.

Vila Nova esclareceu que a medida não proíbe pagar as despesas de viagem, hospedagem e ofertas aos convidados, mas pretende impedir que a CBN e as igrejas filiadas sejam coniventes com o comércio espúrio da fé, incompatível com o Evangelho de Cristo.

Leia na íntegra o comunicado e as diretrizes:

COMUNICADO OFICIAL

A Convenção Batista Nacional comunica que seu Conselho Nacional e Planejamento e Execução – CONPLEX aprovou em abril do corrente ano duas medidas, as quais se aplicam no âmbito da CBN, suas instituições, órgãos e departamentos, em nível nacional e estadual, visando preservar nossa Convenção do vergonhoso comércio que se instalou no mundo evangélico nos últimos anos.

A norma não é extensiva às igrejas, tendo em vista que a CBN não legisla sobre as mesmas. No entanto, serve como parâmetro para que as Igrejas Batistas Nacionais também a adotem.

A medida não proíbe pagar as despesas de viagem, hospedagem e outras; nem tão pouco de ofertar, com amor e generosidade, àqueles a quem convidarmos. Tem como objetivo impedir que a CBN e suas instituições sejam coniventes com esse comércio espúrio da fé que é incompatível com os valores do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A partir dessa decisão, nenhuma instituição, órgão ou departamento da CBN pode convidar pregadores, cantores e outros que façam exigências financeiras, quer por meio de contrato ou não, para participarem de alguma programação.

A segunda medida aprovada impede a propaganda política no âmbito da CBN, suas instituições, órgãos e departamentos em nível nacional e estadual, seja por meio de recomendação ou divulgação de qualquer candidato em eventos institucionais, bem como em suas redes sociais.

As medidas foram anunciadas na ocasião da XXIX Assembleia Geral que aconteceu na cidade de Armação dos Búzios/RJ, no período de 25 a 28 de julho de 2017; e receberam apoio amplo e irrestrito de todos os presentes.

Brasília, 30 de agosto de 2017.

Pr. Edmilson Vila Nova
Presidente da CBN

DIRETRIZES PARA CONVITES DE PRELETORES E CANTORES E POLÍTICA PARTIDÁRIA NO ÂMBITO DA CBN

  1. Convite a preletores e cantores no âmbito da CBN.

“É vedado a CBN, seus Órgãos e Instituições, juntamente com as CBEs, fazer convites a pregadores, cantores e outros que façam quaisquer exigências financeiras. E também que se verifique se os convidados têm vida compatível com os valores do Reino de Deus e da doutrina, princípios e valores da CBN”.

  1. Proibição de política partidária no âmbito da CBN.

“Fica proibida a divulgação de propaganda política partidária no âmbito da CBN, seus órgãos e instituições, bem como nas CBEs, seja essa propaganda realizada por meio das redes sociais ou qualquer outra forma de apoio e divulgação a quaisquer candidatos e também é vedado o uso da logo da CBN por quaisquer candidatos em campanha política”.

Conselho Nacional de Planejamento e Execução

Com informações de CBN

Fonte: Seara News

Deixe uma resposta! Seu comentário é relevante!