Adultos Dinâmica: A Marca do Discípulo

Lição 07: Não Retribua pelos Padrões Humanos

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:

Vocês já sabem que a aula expositiva ou Preleção é um método que está centralizado na oralidade por parte do professor. Entretanto, esta unilateralidade da exposição não é boa, tendo em vista que somente o professor fala e os alunos escutam, escutam, escutam… tendem a se dispersar e a aprendizagem fica comprometida.

Por isso, recomendo que vocês, busquem a participação dos alunos nas aulas.

Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar as sugestões apresentadas aqui.

– Apresentem o título da lição: Não Retribua pelos Padrões Humanos, escrevendo no quadro branco, utilizando um marcador específico.

Quadro e marcador são recursos didáticos.

– Depois, trabalhem o conteúdo da lição.

Ao trabalhar o conteúdo da lição, escrevam no quadro branco palavras-chave para chamar a atenção do aluno, utilizando lápis de cores diferentes.

Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

– No início da lição, vocês podem utilizar o método de Perguntas e Respostas, fazendo a seguinte indagação para os alunos:

Lei de Talião. Do que se trata? O que vocês conhecem sobre isto?

Aguardem as respostas. Observem atentamente o que os alunos falam. Acrescentem ou corrijam alguma ideia se necessário.

– Para a conclusão do estudo da lição, apliquem a dinâmica “A Marca do Discípulo”.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: A Marca do Discípulo

Objetivos:

Enfatizar que o amor é a marca do discípulo de Jesus.

Ressaltar que o cristão apresenta comportamento que evidenciam o Fruto do Espírito.

Material:

01 coração pequeno para cada aluno

Observação: o coração pode ser confeccionado com cartolina color set vermelha, EVA ou outro material.

Procedimento:

– Falem: “Conta-se que certo homem estava participando de um concurso do Coração Mais Bonito. Seu coração era lindo, sem nenhuma ruga, sem qualquer estrago. Até que apareceu um homem idoso e apresentou seu coração, afirmando que era o mais bonito, pois nele havia marcas. Vários tipos de comentários surgiram e perguntaram: “Como seu coração é o mais bonito, com tantas marcas?” O homem idoso então explicou que era por isso mesmo que seu coração era lindo. Aquelas marcas representavam sua vivência, sua experiência, suas atitudes em amar as pessoas. Finalmente, todos concordaram que o coração mais lindo era aquele com marcas de amor em ação”(autoria desconhecida).

– Falem: Fomos alcançados pelo amor de Deus.

Leiam João 3.16 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

– Agora distribuam um coração pequeno para cada aluno, representando o amor pelo qual fomos alcançados.

– Também afirmem que é pelo amor que somos reconhecidos como discípulos de Jesus.

Leiam João 13.34 e 35:

“Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”.

– Agora, reflitam com os alunos, olhando para o coração que temos nas mãos:

Que marcas deste amor podemos compartilhar com os outros?

Estamos praticando na verdade o amor, cotidianamente, nas ações com o próximo?

– Peçam para que os alunos troquem os corações entre si, promovendo um momento de congratulação, de “troca de amor”, representando as verdadeiras ações amorosas, que devem existir entre os cristãos que têm uma vida transformada, que são próprias da natureza do Reino de Deus.

Por Sulamita Macedo.

Fonte: Atitude de Aprendiz

COMENTÁRIOS

Chat
Precisa de ajuda?
EBD INTERATIVA
Olá!
Como podemos ajudar?