Comentarista da EBD sugere que feminismo e teologia da libertação seriam agir do Espírito

Claiton Ivan Pommerening cita linha de interpretação considerada marxista em sua tese de doutorado. Por Michael Caceres 

Claiton Ivan Pommerening

Claiton Ivan Pommerening e revista da EBD (Foto: Reprodução/Facebook)

O pastor foi acusado pelo líder da Assembleia de Deus em Abreu e Lima (PE) de ser marxista e teve seus comentários barrados pelo pastor Roberto José dos Santos, presidente da igreja. A Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) chegou a emitir nota contra as críticas feitas ao comentarista.

No entanto, em seu trabalho “Fábrica de pastores: interfaces e divergências entre educação teológica e fé cristã comunitária na teologia pentecostal“, o pastor auxiliar da Assembleia de Deus em Joinville (SC), compara o movimento pentecostal com movimentos sociais.

Ao comentar sobre a “imprevisibilidade do Espírito”, Claiton Ivan Pommerening cita a linha marxista da teologia católica, a teologia da libertação, sugerindo que ela seria parte da ação do Espírito Santo. Ele chega a tentar ligar a atuação do Espírito Santo com a justiça social, o que é comumente defendido por essa linha de pensamento.

Em seguida ele complementa dizendo: “Este é o gemido inexprimível do Espírito irrompendo nas mais variadas formas, justamente ali onde a sua vida em plenitude quer se instalar, mas está impedida pela exploração e opressão humana e diabólica”.

Como referências para o trabalho, Pommerening usa obras que falam sobre teologia da libertação, além de citar a teologia da missão integral em uma linha de interpretação mais próxima do marxismo.

De acordo com fontes consultadas pelo Gospel Prime, a CGADB teria sido alertada sobre a linha de pensamento do pastor Claiton Ivan Pommerening, inclusive com materiais que comprovariam sua ligação com a chamada “teologia da missão integral” em uma linha muito próxima com o marxismo.

No entanto, o Conselho de Doutrina da instituição teria ignorado os alertas e permitido a publicação de uma revista comentada por Pommerening. Apesar de não ter sido encontrado na revista nenhuma contradição, a abertura da instituição para autores que defendem essa linha de pensamento estaria preocupando os pastores.

Os pastores e consultores teológicos da igreja Assembleia de Deus consideram que Claiton Ivan Pommerening tem o direito de ter sua própria visão ideológica, mas que a instituição não pode respaldar esses pensamentos dando espaço para ele como autor da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD).

Fonte: Gospel Prime

Comentário do Ilton Martins

Aos meus amigos evangélicos…
É lamentável ver a leniência da CGADB/CPAD diante de um erro cometido. Seria melhor assumir que foi um erro de imperícia, de investigação, a escolha de comentaristas que flertam com o ecumenismo, o marxismo, a teologia da libertação e movimentos progressistas.
.
Ninguém contesta a integridade, o caráter dos escritores. Mas as suas ideias e suas conexões. Por mais que a revista das Lições Bíblicas estejam em harmonia com a declaração de fé das ADs do Brasil, considero um”tiro no pé“ dar visibilidade a esses teologos neo-liberais.
.
A igreja AD em Abreu e Lima alertou a CGADB sobre a tese defendida pelo comentarista da lição dos adultos. Foi ignorada. Tiveram, portanto, a coragem de tomar a decisão de proibir que o conteúdo escrito pelo autor fosse ministrado em suas EBDs.
.
Não estou afirmando que a revista possui alguma heresia. Mas, quando se dá palanque para comentaristas, cujas publicações, sejam teses ou posts em redes sociais (alguns apagados), vão na contramão do que defendemos, provoca-se um prejuízo futuro para a igreja.
.
Este seria um ótimo momento para a CGADB corrigir o problema, reafirmando as nossas convicções. Mas, para evitar prejui$o emitiu uma nota autoritária para coibir o posicionamento de qualquer ministro que exponha a “morte na panela.”
.
Se esquecem que as heresias entram de maneira sorrateira. É exatamente por isso que não podemos negociar os nossos princípios.
.
O problema é ainda mais sério se analisarmos a fala de outro comentarista, o Pr. Israel Trota, responsável por comentar a revista dos Jovens do 3º trimestre. Em um evento católico que ele participou, soltou a seguinte frase:
.
“Precisamos caminhar para essa maturidade e orar para que o ecumenismo se torne uma realidade no seio da Igreja Cristã”
.
As pessoas são livres para defenderem as ideias mais absurdas possíveis. Porém, na área do ENSINO, que é a mais importante da igreja, deve-se reservar espaço para aqueles que preservam a ortodoxia bíblica e tenham ideias coerentes com a nossa declaração de fé.
.
Quero deixar claro que a CPAD possui excelentes comentaristas. Há também vários outros igualmente excelentes que ainda não tiveram a oportunidade de mostrar o seu talento. Não podemos jogar o bebê fora junto com a água suja. Mas, por outro lado, também não podemos nos silenciar.

COMENTÁRIOS

1 comentário
  1. Neuva Ferreira Correa Diz

    Não devemos NUNCA, concordar com as regras desse mundo. E pautas como feminismo, sendo defendida por Pastores é uma brecha enorme para a destituição da família.

Chat
Precisa de ajuda?
EBD INTERATIVA
Olá!
Como podemos ajudar?
%d blogueiros gostam disto: