Dinâmica-Lição 09: O Ministério de Pastor

Dinâmica: Ministério Pastoral

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).

Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 –   Agora, trabalhem o conteúdo da lição. Vejam as sugestões abaixo:

Vocês já sabem que a aula expositiva ou Preleção é um método que está centralizado na oralidade por parte do professor. Entretanto, esta unilateralidade da exposição não é boa, tendo em vista que somente o professor fala e os alunos escutam, escutam, escutam… tendem a se dispersar e a aprendizagem fica comprometida.

Por isso, recomendo que vocês, busquem a participação dos alunos nas aulas.

Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar as sugestões apresentadas aqui!

Agora, trabalhem a lição 09. Vejam as sugestões abaixo:

– Falem: Estamos estudando sobre os dons Ministeriais. Já estudamos sobre o ministério de Apóstolo, Profeta e Evangelista. Hoje, lição 09, vamos aprender sobre o ministério de Pastor.

– Trabalhem os pontos levantados na lição sempre de forma participativa e contextualizada.

 – Para finalizar a aula, realizem a dinâmica “Ministério Pastoral”.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Ministério Pastoral

Objetivos:

Exemplificar e refletir sobre as múltiplas funções do Pastor.

Enfatizar a importância dos colaboradores no ministério pastoral

Material:

Vários objetos de tamanhos e formas diferentes

Procedimento:

– Escolham uma pessoa da turma para representar a figura do pastor.

– Falem sobre as inúmeras funções de um pastor.

Para cada função citada, entreguem um objeto para o “pastor” segurar, até que não haja mais condições por causa da quantidade.

– Falem: Observem que o pastor exerce muitas funções, com o objetivo de cuidar do rebanho e administrar de forma exitosa a parte administrativa da igreja.

– Falem: É necessário também divisão de tarefas no ministério de pastor, para que haja um bom exercício das múltiplas funções que exerce, pois de forma isolada não é possível e para que haja responsabilidade, é necessária a cooperação de outros para poder trabalhar de forma exitosa.

– Neste momento, perguntem: Que tipo de atividades pode ser desenvolvidas pelos membros e congregados para colaborar com o vasto trabalho.

Aguardem as respostas.

– Para concluir, apresentem estes dois exemplos de líderes e seus cooperadores:

Paulo, o líder, precisou de dois cooperadores, Timóteo e Epafrodito, preparados e capacitados para o serviço. Sigamos pois este exemplo(Fp  2. 19 e 25).

Moisés também precisou de colaboradores que tinham propósitos comuns, vejam:

“E acontecia que, quando Moisés levantava a sua mão, Israel prevalecia; mas quando ele abaixava a sua mão, Amaleque prevalecia. Porém as mãos de Moisés eram pesadas, por isso tomaram uma pedra, e a puseram debaixo dele, para assentar-se sobre ela; e Arão e Hur sustentaram as suas mãos, um de um lado e o outro do outro; assim ficaram as suas mãos firmes até que o sol se pôs” (Ex17. 11 e 12).

Por Sulamita Macedo.

Fonte.Atitude de Aprendiz

COMENTÁRIOS

Chat
Precisa de ajuda?
EBD INTERATIVA
Olá!
Como podemos ajudar?
%d blogueiros gostam disto: