Dinâmica Lição 12: A Urgência do Discipulado

Dinâmica: Discipulando

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).

Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:

– Apresentem o título da lição: A Urgência do Discipulado.

– Trabalhem os pontos levantados na lição, sempre de forma participativa e contextualizada.

Vocês já sabem que a aula expositiva ou Preleção é um método que está centralizado na oralidade por parte do professor. Entretanto, esta unilateralidade da exposição não é boa, tendo em vista que somente o professor fala e os alunos escutam, escutam, escutam… tendem a se dispersar e a aprendizagem fica comprometida.

Por isso, recomendo que vocês, busquem a participação dos alunos nas aulas.

Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar as sugestões apresentadas aqui!

Depois, apliquem a dinâmica “Discipulando”.

Lembram-se daquela proposta que fiz na lição 01?

“Perguntar: Quem é o Espírito Santo?

Anotar todas as respostas numa folha de papel madeira ou cartolina e reservar.

Falar que ao longo desta aula e das subsequentes, vocês vão acrescentando outras informações sobre o Espírito Santo, que serão citadas pelos alunos através da assimilação do conteúdo”.

Agora, pequem a folha de papel madeira e peçam para que os alunos citem o que aprenderam com a lição 12, utilizando frases curtas e/ou palavras.

Tenho certeza de que será muito produtivo.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Discipulando

Objetivos:

Exemplificar a necessidade do acolhimento e integração dos novos convertidos na classe do discipulado e nas atividades da igreja.

Enfatizar a importância do trabalho do discipulado para o crescimento da igreja.

Material:

01 pacote de palitos de churrasco

Procedimento:

– Entregar 01 palito de churrasco para cada pessoa e pedir para que quebrem. Eles vão quebrar com facilidade.

– Depois, pegar uma quantidade de palitos correspondente a quantidade de pessoas, entregar para uma pessoa do grupo e pedir que ele quebre o conjunto de palitos. Ele não vai conseguir.

– Falem: Que lições podemos extrair deste procedimento com relação aos novos convertidos?

Aguardem as respostas.

As respostas podem girar em torno de:

O novo convertido isolado pode ter mais dificuldade para se manter em pé, as dúvidas e as críticas que recebe pode enfraquecer sua fé e ser quebrado como aconteceu somente com o palito.

Mas, ele estando integrado, se sentirá mais forte e com orientação se sentirá fundamentado e seguro para prosseguir, como na demonstração de todos os palitos juntos.

– Em seguida, apresentem este versículo para enfatizar a importância da integração do novo discípulo as atividades já mencionadas: “E ajunta um ao outro, para que se unam, e se tornem uma só vara na tua mão”(Ez 37:17).

– Depois, falem sobre a classe do Discipulado na EBD, lugar ideal para os recém-convertidos conhecerem os fundamentos da fé de acordo com a Bíblia, para que os seus primeiros passos sejam orientados e seguros no caminho em que devem andar.

Dessa forma, eles estarão sendo cuidados nesta nova etapa da vida e eles podem afirmar de modo diferente do salmista, quando disse: “Olhei para a minha direita, e vi; mas não havia quem me conhecesse. Refúgio me faltou; ninguém cuidou da minha alma”(Sl 142:4).

– Para concluir, leiam a resposta do mordomo-mor etíope a Felipe: “Como poderei entender, se alguém não me ensinar?”(At 8. 31).

Isto demonstra a real necessidade do ensino e da orientação para que o novo convertido entenda os valores do Reino de Deus, contidos na Palavra de Deus. E Dessa forma, a igreja terá crescimento com integrantes alicerçados em Cristo Jesus.

Por Sulamita Macedo.

Fonte: Atitude de Aprendiz

COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Chat
Precisa de ajuda?
EBD INTERATIVA
Olá!
Como podemos ajudar?
%d blogueiros gostam disto: