fbpx

Evangélico no alto escalão do governo, Ricardo Lopes Dias

funai-site
Pastor Ricardo Dias deve assumir a Coordenação dos índios isolados e recém contratados, órgão ligado à Funai. Foto: Divulgação

Pastor Ricardo Lopes Dias já foi ligado à Missão Novas Tribos do Brasil e atuava como missionário deve comandar órgão de proteção a índios isolados, da Funai

 

A coordenação geral de índios isolados e Recém contatados da Funai deverá ser assumida pelo pastor Ricardo Lopes Dias. Ele é ex missionário da Missão Novas Tribos do Brasil. Apesar de sua nomeação ainda não ser oficial, seu nome já é dado como certo para o posto.

Aguiar Neto, defensor do criacionismo vai comandar a CAPES do governo federal . Saiba mais! 

Em entrevista ao site Brasil de Fato, Ricardo confirmou o convite feito pelo delegado Marcelo Augusto Xavier, presidente da Funai. “Eu fui convidado e entrevistado. Mas ainda não recebi a notificação oficial da Funai”, afirmou.

O nome do missionário já aparece no Sistema Integrado de Nomeações e Consultas (SINC) e no Sistema de Informações Organizacionais do Governo Federal (Siorg), pré-requisitos para nomeação a cargos públicos em esfera nacional.

“É uma pasta interessante para mim, que tenho uma experiência com indígenas e que posso desenvolver melhor o trabalho. Além de tomar maior conhecimento da população (indígena) no Brasil”, declarou Dias.

 

EVANGELIZAÇÃO INDÍGENAS

Caso seja confirmada, a chegada do pastor Ricardo Lopes Dias para ocupar a chefia da CGIIRC concretizará um desejo do governo Bolsonaro, que é intensificar o trabalho de evangelização de indígenas.

Dias atua na região amazônica desde agosto de 1997, com o objetivo de evangelizar os povos originários da região. A experiência é narrada em sua dissertação As ‘traduções’ Matses do contato histórico com missionárias do Summer Innstitute of Linguistics – SIL, apresentada na Universidade de São Paulo (USP) em 2015.

“Após ouvir um missionário veterano expondo a necessidade de novos voluntários para o trabalho evangelístico de indígenas, decidi empenhar-me especialmente nessa causa”, diz um trecho da dissertação.

 

SOBRE RICARDO DIAS

pastor_ricardo-Funai-siteRicardo Lopes Dias atuou entre 1997 e 2007 na Missão Novas Tribos do Brasil (MNTB). Organização com origem nos EUA, que promove a evangelização de indígenas brasileiros desde os anos 1950.

Ele evangelizava os índios na região da terra indígena Vale do Javari, no Amazonas.

Uma das maiores terras indígenas demarcadas do país, com mais de 8 milhões de hectares e que concentra o maior número de registros de povos indígenas isolados em todo o mundo.

Dias também é doutor em Ciências Humanas e Sociais, mestre em Ciências Sociais (Antropologia) e bacharel em Antropologia. Além de ser bacharel em Teologia, com pós-graduação em Antropologia Intercultural.

 

MISSÃO NOVAS TRIBOS DO BRASIL

O presidente da Missão Novas Tribos do Brasil, Edward Gomes Luz elogiou a indicação de Dias ao órgão da Funai. “É uma pessoa muito capaz e tecnicamente preparada para qualquer cargo. Se for olhar a capacitação e a pessoa em si, ele é perfeito”, disse à BBC News Brasil.

Luz diz que Dias deixou a organização missionária por “problemas familiares” e que, desde então, passou a ter “contatos esporádicos” com ele. “Depois que saiu, ele se especializou muito”, afirma, elogiando a trajetória acadêmica do ex-colega.

*Da Redação, com informações de BBC

Fonte: SITE COMUNHÃO

AGRADECEMOS!

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para conversar no WhatsApp ou envie um email para [email protected]

×