Na ONU, Bolsonaro defende família tradicional e liberdade de culto

Presidente do Brasil defendeu as pautas conservadoras e a fé em Deus.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, aproveitou a oportunidade da abertura da Assembleia da ONU para reiterar o seu compromisso com a liberdade, bem diferente das propagandas da grande mídia a respeito do governo.

No palco, havia uma forte predominância de políticos progressistas, mas mesmo assim o mandatário se posicionou contra a agenda atual dos principais países desenvolvidos.

“Temos a família tradicional como fundamento da civilização, e a liberdade do ser humano só se completa com a liberdade de culto e de expressão”, disse o presidente do Brasil.

 

Governo Conservador

No início do seu discurso, Bolsonaro enfatizou que estar ali era uma oportunidade para mostrar para um mundo um “Brasil diferente daquilo publicado em jornais ou visto em televisões”.

“O Brasil mudou, e muito, depois que assumimos o governo em janeiro de 2019. Estamos há dois anos e oito meses sem qualquer caso concreto de corrupção”, declarou o presidente, apontando um dos fatos omitidos pela grande mídia.

Em um outro trecho, o chefe do Executivo, falou claramente dos valores conservadores e enalteceu que o país “tem um presidente que acredita em Deus, respeita a Constituição, valoriza a família e deve lealdade ao seu povo”.

Assista:

 

 

Fonte: Gospel Prime

 

COMENTÁRIOS

Chat
Precisa de ajuda?
EBD INTERATIVA
Olá!
Como podemos ajudar?
%d blogueiros gostam disto: