Nossa estranha normalidade

Imagine a cena: você está andando de manhã, indo para o trabalho ou para a escola e vai passando pelas pessoas conhecidas da vizinhança, com as quais está acostumado a falar sempre, cumprimentando com um “Olá!” e um “bom dia”. Todos sempre lhe respondem e desejam também o mesmo à você. Quando você pergunta às pessoas: “Como vai?”, elas sempre respondem: “Tudo bem!” Mas num desses dias você se depara com um vizinho e ao fazer essa pergunta ele diz: “Não, não está tudo bem!” Nossa! Que choque. Já reparou que não estamos prontos para ouvir essa resposta? Leia mais clicando em Nossa estranha normalidade – Roney Ricardo

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
×