Aula dinâmica, Slides editáveis, Subsídios e materiais para fazer sua classe da EBD crescer mais. Tenha todo material necessário para a ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL

1º Trim. 2014 – Lição 4 – A celebração da primeira Páscoa I

1º Trim. 2014 - Lição 4 - A celebração da primeira Páscoa I

PORTAL ESCOLA DOMINICAL
PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2014

UMA JORNADA DE FÉ: A formação do povo de Israel e sua herança espiritual
COMENTARISTA: ANTONIO GILBERTO
COMENTÁRIO – EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO
ASSEMBLEIA DE DEUS – MINISTÉRIO DO BELÉM – SEDE – SÃO PAULO/SP                                                                                                                
 ESBOÇO Nº 4
LIÇÃO Nº 4 – A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PÁSCOA
                        A Páscoa era o sinal eloquente de que o resgate do ser humano vem através do sangue do Cordeiro.
INTRODUÇÃO
– Na sequência do estudo do livro de Êxodo, analisaremos os capítulos 11 a 13, que nos falam da instituição e da celebração da Páscoa, como também da décima praga, a morte dos primogênitos.
– A instituição da Páscoa é o início da formação de uma cultura própria em Israel e o sinal eloquente de que o resgate do ser humano vem através do sangue do Cordeiro.
I – DEUS ANUNCIA A MOISÉS A MORTE DE TODOS OS PRIMOGÊNITOS
– Em prosseguimento ao estudo do livro de Êxodo, estudaremos hoje os capítulos 11 a 13, que nos trazem a décima e última praga sobre o Egito, a morte dos primogênitos, bem como a instituição e celebração da primeira Páscoa.
– Faraó estava endurecendo cada vez mais o seu coração, a ponto de, mesmo estando o Egito em ruína, ter ameaçado Moisés de morte caso fosse ter com ele uma vez mais (Ex.10:28).
– Após ter saído da presença de Faraó, Moisés recebe uma nova palavra da parte do Senhor. Como é bom servirmos a Deus! Ele nunca nos deixa desorientados. Moisés, ao sair da presença de Faraó, deve ter imaginado que haveria de fazer, agora que o relacionamento com Faraó havia se deteriorado por completo, mas o Senhor não deixou Seu servo sem qualquer orientação.
– O Senhor, então, anuncia a Moisés que ainda ocorreria mais uma praga, que seria a última, quando, então, o povo seria libertado. Além de anunciar que ainda haveria uma praga, o Senhor fez questão de deixar claro a Moisés que o povo deveria sair com toda pressa do Egito, pois sabia Deus, em Sua onisciência e presciência, que Faraó se arrependeria rapidamente de permitir a partida dos hebreus (Ex.11:1).
– Neste conselho que o Senhor dá a Moisés, aprendemos, também, que devemos sempre aproveitar o “tempo de Deus”, ou seja, o momento oportuno. Quando temos a possibilidade de fazer algo para Deus, quando nos vem uma oportunidade, não devemos desperdiçá-la, não deixando para amanhã o que podemos fazer hoje, até porque o tempo não está sob nosso controle e é sempre dotado de um propósito (Ec.3:1).
– O Senhor, então, mandou que Moisés fosse ao encontro do povo de Israel e falasse com ele para que pedisse cada varão a seu vizinho e cada mulher a sua vizinha vasos de prata e vasos de ouro (Ex.11:2).

Faça um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte mais informação

CLIQUE AQUI
Olá! Como posso te ajudar hoje?
NOVIDADES DO DIA !!!
Olá! Seja bem-vindo (a)....

✏️🔍Acesse no Portal EBD Interativa: https://ebdinterativa.com.br/shopping

✅ Livros / Cursos / Slides / Certificados

Confira as ofertas de hoje...