Ator recusa papéis com cenas de sexo em Hollywood: “Deus e a família em primeiro lugar”

Neal McDonough afirma que seus lábios jamais beijarão outra mulher que não seja sua esposa.

Neal McDonough participou de produções conhecidas, como "Band of Brothers", "Flags of Our Fathers", "Minority Report", "Desperate Housewives" e "Justified". (Foto: IMDb)
Neal McDonough participou de produções conhecidas, como “Band of Brothers”, “Flags of Our Fathers”, “Minority Report”, “Desperate Housewives” e “Justified”. (Foto: IMDb)
Você pode não se lembrar do nome deste ator, mas provavelmente reconheceria imediatamente o rosto de Neal McDonough. Ele trabalhou em vários filmes populares e séries de televisão nos últimos anos, incluindo “Band of Brothers”, “Flags of Our Fathers”, “Minority Report”, “Desperate Housewives” e “Justified”.

Mas mesmo com o seu no cinema e séries conhecidas, ele descobriu rapidamente que adotar uma postura como cristão em Hollywood pode custar-lhe caro. Em uma entrevista exclusiva para a revista de celebridades “Closer Weekly”, McDonough, de 52 anos, revela que sua política de não fazer “cenas de amor” lhe custou um papel na série da ABC “Scoundrels” em 2010.

Fiel à sua esposa, a modelo Ruvé Robertson, ele recusou fazer cenas de sexo com a atriz Virginia Madsen. Foi uma decisão que lhe custou US$ 1 milhão, segundo o Deadline.com. McDonough diz que sua demissão também o rotulou como um fanático religioso por vários anos.

“Fiquei surpreso e foi uma situação horrível para mim”, disse ele à revista. “Depois disso, eu não consegui um emprego porque todos pensavam que eu era um fanático religioso. Mas eu coloco Deus e a família em primeiro lugar, e eu em segundo. Isso é o que eu vivo. Foi difícil por alguns anos”.

“Eu não vou beijar nenhuma outra mulher porque esses lábios foram feitos para somente uma mulher”, disse McDonough à agência sobre sua esposa e mãe de seus cinco filhos.

Perseverança

Ele iria desistir de seu sonho de Hollywood e voltar para sua cidade natal, Cape Cod, Massachusetts, quando recebeu um telefonema inesperado.

“Recebi um telefonema de Steven Spielberg que ele queria me ter na ‘Band of Brothers”, disse ele.

Em seu último papel, ele aparece na nova série do History Channel, “Project Blue Book”. Ele interpreta um general da Força Aérea da década de 1950, determinado a manter todos os avistamentos de OVNIs pelo público em segredo.

Quando perguntado sobre seu personagem no programa, McDonough disse: “Ele acredita totalmente que os EUA são o maior país de todos os tempos, assim como eu”.

McDonough também se juntará à série de Kevin Costner, “Yellowstone”, na próxima temporada e também terá seis filmes em que ele aparecerá. Quando perguntado sobre sua ética de trabalho, ele simplesmente respondeu: “Porque eu tenho que fazer isso”.

“Isso é o que eu devo fazer”, disse ele. “Deus me deu esse talento de ser ator, e eu não vou desperdiçá-lo. É simplesmente quem eu sou. Eu amo trabalhar, e com cinco filhos e uma esposa fantástica, quero ter certeza de que estou cuidando de todos. Foi o que meu pai fez e é o que eu vou fazer”.

Fonte: Guiame

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Assine a nossa newsletter
Inscreva-se aqui para receber as últimas notícias, slides e subsídios de EBD diretamente na sua caixa de e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: