fbpx

Coronavírus: crise na comunhão da igreja

Cultos onlines

igreja_vazia-comunhão
A Igreja Batista de São Paulo suspendeu culto presencial e transmitiu pela internet. Foto: Reprodução
Em Goiás, Assembleia de Deus suspendeu todos os cultos para enfrentar o coronavírus. Várias igrejas ligadas à Convenção Batista Brasileira tiveram seus cultos transmitidos pela internet

O novo coronavírus mudou os hábitos dos frequentadores das igrejas evangélicas do país. Em muitos casos, as pessoas acompanharam pela internet. O domingo (15) foi de silêncio em várias denominações. Muitos ficaram de portas fechadas. É que os cultos foram cancelados.

A decisão é uma medida de saúde pública para evitar exposição das pessoas ao Covid-19.

Outras igrejas que realizaram cultos, mas oferecem álcool em gel na porta para evitar contaminação. Outra medida foi que durante a celebração, evitasse o contato uns com os outros.

Em nota oficinal, a Igreja Adventista cancelou todos os eventos que estavam programados para os meses de março e abril. Quanto as reuniões nos templos, não houve determinação para suspender. Mas por precaução, muitas fizeram a transmissão de seus cultos pela internet.

CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA

O mesmo aconteceu na denominação Batista. Segundo o pastor Sócrates Oliveira de Souza, Diretor Executivo da CBB, grande parte das igrejas dos estados do Rio e São Paulo tiveram cultos transmitidos pela internet. Apenas o pastor e o corpo ministerial estiveram presente na igreja.

“Essa atitude foi tomada pela liderança dessas igrejas, haja vista que são os estados com maior número de infectados com o Covid-19. Mas cada igreja toda a sua decisão de acordo com a gravidade”, declarou o pastor. E acrescentou também que a CBB está atenta às definições das autoridades de saúde do Brasil para demais providências.

Com objetivo de evitar contágio, o órgão publicou uma nota às organizações sobre os cuidados divulgados pelos órgãos públicos de saúde. Um deles é evitar abraços e apertos de mão. “Nós recomendamos a evitar o máximo o contato físico para evitar qualquer tipo de contágio”, concluiu Sócrates. Veja abaixo as recomendações da CBBB.

RECOMENDAÇÃO DA CBB

1. Evitar beijos, aperto de mãos e abraços;
2. Cobrir com o antebraço boca e nariz ao tossir ou espirrar;
3. Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
4. Evitar toques em olhos, nariz e boca;
5. Lavar as mãos pelo menos 20 segundos com água e sabão;
6. Disponibilizar antisséptico à base de álcool para higienização das mãos;
7. Não compartilhar objetos de uso pessoal, como lenços, pratos, copos, talheres etc;
8. Se tiver febre, gripe ou resfriado, permanecer  em casa. Mantendo o quadro clínico, procurar uma unidade básica de saúde.

IGREJA CRISTÃ MARANATA

Na Igreja Cristão Maranata, uma circular foi publicada no site da instituição nesta segunda (16), com algumas normas específicas. A primeira medida tomada pelo presbitério foi o cancelamento do Seminário Maanaim, em Domingos Martins (ES). Evento acontece há 45 anos e reúne quatro mil pessoas de todo o Brasil.

Outra medida tomada foi a redução do tempo e da quantidade de culto realizados ao longo da semana pelos próximos 90 dias. Além disso, os templos que possuem ar condicionados, devem mantê-los desligados, priorizando os ventiladores e garantindo as janelas abertas.

“Foi a primeira vez que cancelamos o seminário. Os cultos também não podem durar mais que 40 minutos. Nesse momento o recomendável é que não haja aglomerações. Então nós estamos trabalhando, assim como outras instituições, com monitoramento e de acordo com o andamento da situação. Por isso tomamos essas precauções”, afirma o pastor Josias, gerente da Rádio Maanaim.

Ele afirma que a igreja está preparada para atender qualquer tipo de determinação do Ministério da Saúde. “Se o órgão determinar o fechamento dos templos, não iremos realizar mais cultos presenciais, apenas serão transmitidos via online, como sempre fazemos”, acrescentou.

seminário_Maanaim-comunhao
Pela primeira vez, em 45 anos, o Seminário Maanaim, em Domingos Martins foi cancelado por conta do coronavírus. Foto: Facebook

 

ASSEMBLEIA DE DEUS

Na maior denominação do país, Assembleia de Deus, também teve alguns cancelamentos de cultos pelo Brasil neste domingo (15). Em Goiás, as igrejas da denominação, em comum acordo, decidiram suspender todo os cultos que seriam realizados durante a semana.

As medidas atendem ao pedido do governador Ronaldo Caiado (DEM), que ligou para as lideranças pedindo a suspensão de cultos e missas no Estado. “Nós não estamos com medo, em pânico. Confiamos em Deus. Mas estamos sendo prudentes, sobretudo dando a nossa contribuição enquanto cidadãos conscientes”, declarou o bispo Oídes José do Carmo, líder do Ministério de Campinas.

O ministério de Campinas tem 75 mil membros espalhados pelo Estado. Já o Ministério Fama, tem 40 mil. São 115 mil pessoas que deixaram de ir a igreja neste domingo. Os líderes sugeriram que os irmãos se reúnam em pequenos grupos para orar.

Fonte: Comunhão

COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: