Aula dinâmica, Slides editáveis, Subsídios e materiais para fazer sua classe da EBD crescer mais. Tenha todo material necessário para a ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL

Jovens e Adultos: Uma Jornada de Fé – Lição 02: Um Libertador para Israel (DINÂMICA)

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
– Cumprimentem os alunos.
– Perguntem como passaram a semana.
– Escutem atentamente o que eles falam.
– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou e-mail.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associada a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição.
– Falem: A lição de hoje tem como título “Um Libertador para Israel”.
– Trabalhem o conteúdo da lição de foram participativa.
Sugiro a leitura do texto “O Poder dos Nossos Limites”, quando vocês trabalharem o item II da lição (postado abaixo).
– Para concluir a aula, utilizem a dinâmica “Fui Chamado”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Fui Chamado

Objetivo: Refletir sobre o chamado individual para trabalhar no Reino de Deus.

Material:
Não é necessário

Procedimento:
– Organizem os alunos em semicírculo.
– Falem: Estudamos sobre o chamado de Moisés e sua missão como libertador do povo de Israel. Nós também temos um chamado para trabalhar no reino de Deus.
– Falem: Vou fazer uma chamada, isto é, vou falar o nome de cada aluno. Ao escutar seu nome, você poderá ter 03 atitudes:
Sair do seu lugar para o outro lado do semicírculo e falar sobre sua atitude de ação, quando recebeu o chamado do Senhor.
Permanecer no seu lugar e falar que está sem realizar nenhuma atividade porque não sabe qual sua missão, mas que permanece de pé pronto para agir.
Permanecer no seu lugar e sentar-se, porque não teve coragem, estímulo e motivação para realizar a missão dada, quem sabe apresentando desculpas como Moisés.
– Em seguida, falem: Aqui vimos situações diferentes para o chamado individual.
– Solicitem para que os alunos formem um círculo e de mãos dadas, façam uma oração pelos alunos, rogando para que haja constância no trabalho e despertamento e prontidão para os demais.
– Para concluir, peçam para que todos falem: Eis-me aqui Senhor!


Por Sulamita Macedo.

Texto de Reflexão: 

O Poder dos Nossos Limites
            
Moisés, na ocasião do seu chamado por Deus, apresentou várias desculpas. “Ó Senhor! Nunca tive facilidade para falar, nem no passado nem agora que falaste a teu servo. Não consigo falar bem!”(Ex 4.10).
            Estas palavras sugerem que Moisés tinha algum problema de fala – quem sabe ele era gago. Mas o Senhor lhe disse: “Quem deu a boca ao homem? Quem o fez surdo ou mudo? Quem lhe concede vista ou o torna cego? Não sou eu, o Senhor?”(v 11).
            Nossas deficiências, incapacidades não são acidentais; fazem parte do plano de Deus. Ele usa cada uma de nossas insuficiências para a Sua glória. A maneira de Deus lidar com o que nós chamamos de “limitações”, não é as removendo, mas nos ajudando a superá-las e usá-las para o bem.
            No Novo Testamento, o apóstolo Paulo se referiu a um “espinho na carne” não especificado, pedindo diversas vezes ao Senhor que o removesse(II Co 12.7-8). Mas Deus disse: “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”(II Co 12.9).
            Paulo até aprendeu a “gloriar-se” nos seus problemas. “Eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim”(II Co 12.9). “Pois, quando sou fraco é que sou forte”(II Co 12.10). DHR
Fonte: Nosso Pão Diário(25.04.2005)

Faça um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte mais informação

CLIQUE AQUI
Olá! Como posso te ajudar hoje?
NOVIDADES DO DIA !!!
Olá! Seja bem-vindo (a)....

✏️🔍Acesse no Portal EBD Interativa: https://ebdinterativa.com.br/shopping

✅ Livros / Cursos / Slides / Certificados

Confira as ofertas de hoje...