PASSO A PASSO NA EXEGESE – Exegese Bíblica

• Escolha do Texto: Por uma questão obvia, esse deve ser o primeiro passo, pois, a feitura exegética pressupõe a existência de um texto bíblico. É possível se fazer exegese de qualquer texto, mas, a exegese pressupõe que o texto deva apresentar alguma dificuldade. Às vezes, esta dificuldade não é aparente na versão, mas, no texto original sim.

• Delimitação da Pericope: A delimitação da pericope mediante o

estabelecimento do contexto próximo anterior e próximo posterior, isolando-se assim a pericope completa a ser estudada. Deve-se observar o conteúdo do texto, verificando-se: o início e fim do assunto tratado na pericope.

• Contexto Vital: Ou como nomeamos o levantamento da situação textual, seu pano de fundo histórico, político, social e religioso.

• Autoria: É preciso apresentar o autor e todas as nuances possíveis que envolvam a sua personagem. Aspectos, idade, situação cível, moral, religiosa, formação cultural, etc.

• Datação: Diz respeito à época, não basta dizer o ano, mas todas as circunstâncias que envolviam o profeta no seu contexto.

• Destinatários: É importante estabelecer os destinatários do escrito alvo. Não basta apenas dizer a quem, mas, descrever o indivíduo ou indivíduos ou povo

a quem se dirige.

• Razão ou motivo: É preciso levantar o motivo ou motivos que levaram o autor a escrever. Tais motivos podem possuir várias nuances, como: do ponto de vista do destinatário, do ponto de vista da situação circundante, do ponto de vista do próprio autor.

• Métrica do texto: Em caso de textos poéticos, onde o texto em língua original não apresenta uma métrica, é interessante se fazer a metrifica do texto em análise. Isso, além de melhorar a visão do exegeta sobre o texto, dá elegância e estilo ao trabalho.

• Análise morfológica do texto: A analise gramatical é muito importante, é preciso observar a força de cada palavra do texto, aí entram os conhecimentos gramaticais das línguas hebraica e grega para uma boa análise do texto.

• Tradução do texto: O exegeta deve traduzir o texto diretamente do texto em língua original, para evitar os erros das versões – TRADUTORE TRAITORE (O tradutor é traído – Lutero).

• Análise lexicográfica do texto: É preciso observar os diversos usos dos

termos (polissemia) bem como a sua semiologia (estudo dos radicais ou

símbolos de uma palavra). Nesse momento busca-se a melhor tradução dos termos em seu contexto.

• Análise da estrutura literária do texto: Essa é a análise que nos permite conhecer toda a estrutur

a do texto, seja, lingüística, histórica, estilística, social, política, teológica e analógica. É também uma maneira de separar, estruturalmente o texto, destacando os aspectos particulares do texto. Nessa análise, é possível: determinar a estrutura do texto, observando, seu estilo literário, e conhecer, por exemplo: seus paralelismos: históricos, sínteses, antíteses, sinonímias, figuras de linguagem, etc.

• Esboço do texto: É no esboço que o exegeta vai traçar as lições do texto,

derivando do texto o seu ensino central e periférico. Seria levantar os

pensamentos latentes no texto. Esse deve ser o tom sermônico tocando a exegese, visto e fim da exegese é o kérigma.

• Comentário do texto: O comentário já é a exegese em sua forma final, ou seja, a exegese propriamente dita. O exegeta deve tecer os seguintes comentários sobre texto:

o Filológico – Dá o sentido de cada palavra do texto para isso é necessário o estudo da sintaxe.

o Hermenêutico: Procura interpretar o texto dentro do seu contexto político, social, histórico, literário, etc. A hermenêutica busca o verdadeiro sentido do texto.

o Teológico – Dá interpretação ou sentido teológico-doutrinário do texto.

o Prático – Dá as lições de ordem prática do texto. Seria a contextualização da mensagem. A exegese é no aspecto prático: “Trazer o lá e o então para o aqui e agora”.

Fonte: Nascidodenovo

Pr.Raul
Pastor do Ministério Nascido de Novo e coordenador do Seminário Teológico Nascido de Novo, Youtuber e marido da Irmã Vanessa Ângelo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: