Professor de História recebe prêmio por usar a Bíblia nas aulas

Por Amigo De Cristo

Professor de História recebe prêmio por usar a Bíblia nas aulas

O professor de História, Di Gianne de Oliveira Nunes, em 2017 alcançou um feito histórico ao receber o prêmio “Prêmio Educador Nota 10” por usar a Bíblia Sagrada, como parte de apoio em suas aulas.

O que levou o educador Di Gianne, ser reconhecido e ganhar o prêmio foi sua iniciativa em aplicar as histórias da Bíblia, em um projeto para alunos da Educação de Jovens e Adultos e Ensino Médio (EJA) da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) em Lagoa da Prata, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais.

O seu projeto chamado, “Regime fechado, visão aberta”, surgiu da ideia de encontrar um método de estudo diferente. Na unidade prisional, quando eu estava dando aula sobre império romano, um aluno me questionou se existia a possibilidade de estudar por meio da Bíblia.

Foi então que percebi que a grande quantidade de Bíblias disponíveis dentro da escola do presídio. Agora, vou utilizar o livro mais comum do sistema prisional a nosso favor, conta o professor. Ele demorou cerca de dois meses para se preparar para as aulas.

O primeiro desafio enfrentado pelo docente foi separar a fé do histórico. O cenário da Bíblia é histórico e fértil. Mergulhamos em um trabalho intenso para estudar, analisando as tradições, as culturas e as sociedades dos romanos e dos gregos.

Como no presídio os alunos não têm acesso à internet, usamos a Bíblia e os livros de história. Ora líamos um, ora outro e, depois, discutíamos se o fato era comprovado pela arqueologia, conta. Os alunos aprenderam e se dedicaram: Eles ficavam ansiosos para as aulas, disse ele portal, Estado de Minas.

Sem esquecer o seu feito até hoje, Di Gianne recentemente foi entrevistado pelo portal Nova Escola, onde falou sobre os desafios na elaboração de seu projeto, explicando que ele é totalmente replicável em outras escolas, disse ele.

“Queira ou não, até o aluno não religioso enxerga a Bíblia como um livro admirável pelo tempo que foi escrito e sua propagação até hoje. Eu lembro que dentro de sala de aula, na escola regular, já era possível fazer algumas ligações entre a narrativa histórica e passagens da Bíblia, conclui Di Gianne.

Fonte: AMIGODECRISTO

Leia também Leis do Ensino

Faça um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

×