Dinâmica Lição 10: A Última Defesa de Jó

Esperança para o presente

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).

Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:

– Apresentem o título da lição: A Última Defesa de Jó.

– Trabalhem os pontos levantados na lição, sempre de forma participativa e contextualizada.

Vocês já sabem que a aula expositiva ou Preleção é um método que está centralizado na oralidade por parte do professor. Entretanto, esta unilateralidade da exposição não é boa, tendo em vista que somente o professor fala e os alunos escutam, escutam, escutam… tendem a se dispersar e a aprendizagem fica comprometida.

Por isso, recomendo que vocês, busquem a participação dos alunos nas aulas.

Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar as sugestões apresentadas aqui.

– Para concluir, utilizem a dinâmica “Esperança para o presente”.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Esperança para o presente

Objetivos:

Oportunizar momentos de socialização das bênçãos recebidas no passado, como esperança para o presente.

Reconhecer o cuidado de Deus para conosco.

Material:

01 rolo de papel toalha do tipo picotado e 01 caneta para cada aluno.

Observação: A ideia do uso do rolo de papel toalha não deve entendida como desmerecimento aos feitos divinos, mas uma proposta de desenrolar(abrir) e aparecer o que estava guardado, expondo a quantidade de bênçãos recebidas pelas pessoas da classe.

Procedimento:

– Falem: O rolo de papel toalha vai passar de mão em mão e cada pessoa deverá retirar a quantidade que desejar, lembrando que outras pessoas também precisarão dele.  Enfatizem que o papel não servirá para uso de higiene.

– Solicitem que cada aluno conte quantas partes picotadas ele tem.

– Agora, orientem para ele escrever, de forma objetiva, uma bênção em cada parte do papel.

Exemplos:

01 parte do papel: 01 bênção (sucesso no vestibular)

04 partes do papel: 04 bênçãos (cura, pessoa da família aceitou a Cristo, emprego, Salvação)

– Estipulem no máximo 10 minutos para isto.

– Cantem ou falem, conjuntamente, a 1ª estrofe e o estribilho do hino da Harpa Cristã no. 564:

“Se da vida as vagas procelosas são,

Se, com desalento, julgas tudo vão,

Conta as muitas bênçãos, dize-as duma vez,

E verás, surpreso, quanto Deus já fez!

Conta as bênçãos! Dize-as quantas são,

Recebidas da divina mão!

Vem dizê-las, todas duma vez,

E verás, surpreso, quanto Deus já fez!”

– Depois, escolham um aluno que tem poucas partes do papel e outro que tem muitas e solicitem que socializem para o grupo as bênçãos recebidas.

– Orientem os alunos para que não descartem o papel e socializem em casa o objetivo da dinâmica e incentivem que os familiares também realizem a enumeração das bênçãos recebidas.

– Leiam, Salmo 40.05: “Muitas são, Senhor meu Deus, as maravilhas que tens operado para conosco, e os teus pensamentos não se podem contar diante de ti: eu quisera anunciá-los e manifestá-los, mas são mais do que se podem contar”.

– A enumeração e socialização das bênçãos já recebidas servem para recuperar o ânimo diante das dificuldades do tempo presente, tanto para quem fala como para quem escuta.

Para concluir, leiam Lm 3.21:

“Quero trazer à memória o que me pode dar esperança”(ARA).

Por Sulamita Macedo.

Fonte: Atitude de Aprendiz

COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Chat
Precisa de ajuda?
EBD INTERATIVA
Olá!
Como podemos ajudar?
%d blogueiros gostam disto: